Por: Weslen Máximo

 

 

O feriado de 15 de novembro foi de decisão no Ginásio Municipal de Casa Branca (SP). Com campanhas praticamente iguais na competição, os donos da casa e Santa Cruz das Palmeiras fizeram um grande jogo pela final da Copa Difusão, categoria sub-18. Casa Branca ficou com o título após vencer a partida por 64 a 51.

 

O confronto teve a presença de bastante torcedores das duas equipes. Em um jogo dinâmico, os casa-branquenses permaneceram na frente do placar nos quatro períodos e levaram a melhor no final. O técnico Juninho Pistelli, de Casa Branca, conta como motivou seus jogadores. “Falei para os meninos que era o jogo da vida, ‘sangue nos olhos’ até o fim com muita vontade. E foi o que aconteceu! Todo mundo que entrou, entrou bem, marcando forte e acho que isso foi determinante em nossa defesa”, disse.

 

O treinador de Palmeiras também falou da defesa de sua equipe, que para ele, não foi bem, sendo um fator que pesou para a derrota. “Começou com uma defesa que não foi boa e não teve consistência. Não conseguimos melhorar durante o jogo”, contou Luiz Carlos Bolutti.

 

O jogo

Os casa-branquenses começaram melhor, abrindo 12 a 0 nos primeiros minutos de jogo. A vantagem continuou grande com um ataque forte comandado pelo pivô Guilherme. O camisa 14 foi um dos destaques da final.

 

No 2º período, Santa Cruz das Palmeiras buscou reagir e conseguiu equilibrar a partida. Acabou a instabilidade da equipe. Após uma bronca do treinador Bolutti, o time foi para cima dos adversários e conseguiu diminuir a vantagem de Casa Branca para apenas 4 pontos em determinado momento do jogo.

 

O 3º período foi o mais equilibrado. Os donos da casa começaram a errar lances considerados fáceis, como arremessos praticamente embaixo do aro.

 

Incansável dentro de quadra, o ala Reinaldinho tratou de ser o termômetro da equipe. Ele também fez uma boa partida e chamou a responsabilidade em momentos delicados.

 

Mais calmos em quadra, os jogadores de Casa Branca souberam administrar o 4º período, jogando com o tempo, demorando a arremessar e gastando a posse de bola.

 

No fim, Casa Branca venceu por 64 a 51 e levantou o caneco.