Por: Weslen Máximo

 

Ouça a Reportagem do jogo. Clique Aqui!

 

Ele começou com um discurso de que jogaria em qualquer posição no campo. Mas foi só começar a partida que vimos que o bispo Dom Vilar é um atacante nato. Ele fez um dos gols do time dos Padres no empate em 8 a 8 contra os Policiais Militares no mini-campo do Batalhão da PM, na noite desta segunda-feira (30), em Casa Branca (SP).

Muitas famílias estiveram assistindo ao jogo e a torcida pelos Padres foi maior do que para os adversários. O bispo de São João da Boa Vista, que jogou com a camisa 20, foi considerado por muitos como o melhor jogador da partida. Deu passe de trivela, lançamentos longos e marcou seu gol, em um chute de meia altura, na saída do goleiro para a alegria da torcida. “Primeira vez que jogamos juntos e foi muito bom. Meu gol foi um milagre, acho que os anjos deram um empurrãozinho”, brinca Dom Vilar, que diz estar muito feliz de participar do evento em prol de uma entidade.

 

Veja o gol de Dom Vilar. Clique Aqui!

 

Foi uma partida beneficente. As pessoas doaram alimentos não perecíveis para ajudar a creche Conceição David de Souza, que fica em Casa Branca. A torcida fez a sua parte, colaborando com a entidade e torcendo pelas equipes em campo. “Amei o jogo. Tem que ter sempre. O gol do bispo devia valer por dois”, comenta a torcedora Célia.

O ex-jogador do Corinthians e Ferroviária, Wilson Maritaca, elogiou o evento. “Fiquei encantado com a idéia de fazer esse jogo. É um folclore ver os padres jogando, inclusive com a habilidade do bispo, que está com bom preparo físico”, destaca.

“Não tinha nada armado. Os padres jogam bastante”, revela o jogador França da PM. Ele destaca que o mais importante foi a integração da Polícia com a comunidade que esteve presente.

Padre Rafael também se sentiu feliz em participar do jogo em um momento de confraternização. Ele ainda admite que seu time está enferrujado. “Desde a época do seminário não jogamos juntos, mas vamos melhorando”, conta.

 

O jogo

 

Com dois tempos de 30 minutos, os Policiais conseguiram dominar a primeira etapa, terminando em 5 a 1. Mas o que ninguém esperava, foi a reação dos Padres no segundo período, que talvez, contaram com uma ajuda divina para empatar a partida. O jogo ficou equilibrado. Os Padres ficaram na cola dos PMs. No fim, a partida ficou em 8 a 8.