Por: Weslen Máximo

 

Quem olhou para o céu na noite desta quinta-feira (24) se assustou com uma forte luz, seguida de uma explosão que chegou a causar tremor em cidades da região de Pirassununga (SP). O fenômeno foi ocasionado por um meteoro, afirma entidade.

 

Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e a Academia de Força Aérea de Pirassununga não têm informações oficiais sobre o fato, que ocorreu às 21h42 desta quinta. Apenas relatos de muitos moradores da região foram registrados.

 

Nas Redes Sociais, internautas de Leme, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro, Porto Ferreira e Santa Cruz das Palmeiras, relatam ter visto uma grande bola de fogo, seguida de uma explosão e tremor de terra.

 

Em entrevista à Difusora nesta sexta-feira (25), Rafael Quaresma, membro da Bramon, entidade brasileira de observação de meteoros, explicou que neste caso foi um tipo de meteoro chamado de bólido (bola de fogo), que tem uma luminosidade igual ou superior à Lua. Quando ele adentrou na atmosfera da Terra, houve um atrito, ocasionando a explosão e o clarão.

 

Segundo cálculos da entidade, essa explosão aconteceu há 18 km de altitude. O fragmento tinha, no máximo, 20 centímetros e estava numa velocidade altíssima de aproximadamente 126 mil Km/h.

 

Quaresma explicou que o fragmento não suporta a pressão das camadas mais densas da nossa atmosfera e vai liberando sua energia de uma só vez, ocasionando as ondas de choque, que atingem o solo, gerando tremor e barulho. E isso acontece, sem mesmo o próprio fragmento ter tocado o chão.

 

Ainda de acordo com Rafael Quaresma, caso o meteoro atinja o solo, ele passa a ser chamado de “meteorito”. Ainda não está confirmado se o meteoro chegou a tocar o chão ou foi se fragmentando até desaparecer.  

 

Ouça a Entrevista com Rafael Quaresma. Clique Aqui!