Ao Vivo
 
 
Siga ao vivo

Igreja

<strong>Confira a programação oficial da Festa da Padroeira 2018 </strong>

Confira a programação oficial da Festa da Padroeira 2018

Por: Weslen Máximo    A tradicional Festa da Padroeira já tem suas atrações confirmadas para a edição de 2018, que marca os 115 anos das comemorações a Nossa Senhora das Dores, em Casa Branca (SP). A festa acontece de 4 a 27 de maio.   Sempre aguardada pelo público, a programação deste ano destaca os shows de Sandamí (ex-vocalista do grupo Sambô) e Thiago Brado, cantor católico. Além deles, ainda se apresentam as bandas Santa Ifigênia, Linha Direta e Westboys; e conta também com a cantora Juliana Zitti.   Para coroar a Imagem de Nossa Senhora das Dores, a convidada é Fabiana Claudino, jogadora do Praia Clube e bicampeã olímpica pela seleção brasileira de vôlei, em Pequim 2008 e Londres 2012.   Segundo o padre Paulo Sérgio, organizador do evento, Fabiana foi escolhida para fazer a coroação da Imagem porque, além de católica, ela é um exemplo para o povo brasileiro através do esporte, que é importante para os jovens e a população em geral. “Ela simboliza muitos brasileiros”, disse.   No encerramento da festa, de balão, a Imagem de Nossa Senhora sobrevoará Casa Branca, abençoando o município. Depois segue em carreata até a Praça do Rosário. Às 17h, acontece a missa, celebrada por Dom Antônio Vilar, bispo da Diocese de São João da Boa Vista.   Programação Acontece até 23 de maio, a novena a São Peregrino e a Nossa Senhora das Dores. Todas as quartas-feiras, às 19h30, na Matriz.   Dia 5 22h - Show com Sandamí   Dia 6 21h - Apresentação do Ballet Patrícia Saran   Dia 11 21h - Show com Ruan Augusto   Dia 12 22h - Show com Banda Linha Direta   Dia 13 20h – Show com Capitelli e Jaqueline   Dia 18 20h – Orquestra Lyra Mojimiriana 21h30 – Ballet Gaby Dance Dia 19 22h – Santa Ifigênia Banda Show   Dia 20 20h30 – Orquestra de Violeiros Geraldo Meirelles 21h30 – Show com Thiago e Ronaldo   Dia 23 19h30 – Encerramento da novena com o cantor Thiago Brado   Dia 25 21h – Show com Jonas e Donizetti   Dia 26 22h – Orquestra Paulistana de Viola Caipira   Dia 27 – Encerramento da Festa A definir – Imagem de Nossa Senhora das Dores sobrevoando Casa Branca em um Balão e carreata até a Igreja do Rosário 12h – Toque dos Sinos da Matriz 12h – Romaria de Cavaleiros 17h – Missa na Matriz e Coroação da Imagem de Nossa Senhora das Dores com a presença da jogadora de vôlei Fabiana Claudino 21h – Banda Westboys   A Festa da Padroeira 2018 ainda conta com parque de diversões e barracas com comidas e bebidas.
                                Papa Francisco recebe Dom Vilar

Papa Francisco recebe Dom Vilar

Por: Diocese São João da Boa Vista   Entre os dias 18 e 23 de março, o bispo Dom Antonio Vilar (SDB) esteve em Roma, acompanhado pelo monsenhor Orlando Panacci e padre Anderson Godói. A viagem foi agendada em razão de diversos compromissos oficiais, que começaram logo no dia 19, com uma visita à casa geral dos Salesianos de Dom Bosco, congregação da qual o bispo da Diocese de São João da Boa Vista faz parte.   Na mesma data, na Basílica de São Pedro, Dom Vilar concelebrou com o Papa Francisco, a missa de ordenação episcopal de três novos núncios. O Papa sublinhou que o bispo tem uma missão “para o bem dos homens nas coisas que se referem a Deus” e acrescentou: “Não para os negócios, para a política, ou para outras coisas”.   PADRE DONIZETTI No dia 20, em companhia do postulador da causa do Padre Donizetti Tavares de Lima, Paulo Vilota, a comitiva da Diocese de São João teve um encontro com o cardeal Ângelo Amato, prefeito da Sagrada Congregação para a causa dos santos. O cardeal mostrou que o processo do Padre Donizetti está ágil. “Ele é um grande admirador do Padre Donizetti e o considera um forte exemplo de padre diocesano, de testemunho do evangelho e de doação de sua vida pelo povo sofrido. Quanto aos prazos para a beatificação, o milagre requerido já passou pelos médicos e agora já vai passar pelos cardeais”, explicou Dom Vilar.   Padre Donizetti, que exerceu suas funções na cidade de Tambaú e ganhou reconhecimento popular dos católicos por suas intercessões milagrosas, já é considerado venerável pela Igreja. Na quarta (21) o grupo participou da Audiência Geral com o Papa Francisco, que antes de sua catequese sobre a Eucaristia, lembrou que aquele era o primeiro dia da Primavera: “Ele usou o símbolo das plantas que florescem se bem regadas, se unidas à raiz. Assim, convidou a regar a vida pela oração e os sacramentos para que a Páscoa cristã seja florida de boas obras, virtudes, gestos de bem para os outros. E disse: ‘Nunca cortemos as raízes com Jesus’”, relembrou Dom Vilar, que foi recebido pelo Papa após a audiência.   O Bispo retornou ao Brasil no dia 23 para participar das celebrações pascais na Catedral, em São João da Boa Vista.