Ao Vivo
 
 
Siga ao vivo

Política

                                                                                            Alckmin visita Aguaí e Rio Pardo e inicia oficialmente obras em rodovias da região

Alckmin visita Aguaí e Rio Pardo e inicia oficialmente obras em rodovias da região

Weslen Máximo    O governador Geraldo Alckmin (PSDB) esteve na região na quarta-feira (3), inaugurando oficialmente as obras das rodovias que ligam São Sebastião da Grama a Mococa e São José do Rio Pardo a Tapiratiba. De acordo com o político, são mais R$ 70 milhões de investimento.   Nas rodovias Dr. José Vasconcelos dos Reis (SP-207) e Deputado Eduardo Vicente Nasser (SP-350), serão feitas duplicações, 3ª faixa, acostamento, recapeamento e pontes e viadutos. As obras irão gerar 540 empregos.   O prazo para a finalização da Rodovia SP-350 é de 6 meses. Já para a SP-207 é de 1 ano.   Aguaí Alckmin também esteve na cidade entregando 900m de pavimentação, além da modernização de ciclovia e calçada da estrada vicinal que liga a Rodovia Deputado Mário Beni (SP-340) com a Rodovia Deputado Ciro Albuquerque (SP-225).   Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura de Aguaí, o governador ainda anunciou a construção de mais 180 casas, no Programa Casa Paulista “Minha Casa, Minha Vida”, além das outras 128 já anunciadas na semana passada, via convênio com a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU), e a contribuição para a gestão do Hospital Dia.  
Deputado destina R$ 100 mil para manutenção de estradas rurais de Casa Branca

Deputado destina R$ 100 mil para manutenção de estradas rurais de Casa Branca

Por: Weslen Máximo    O deputado federal Ricado Izar (PP-SP), através do Ministério da Agricultura, destinou R$ 100 mil para manutenção das estradas rurais de Casa Branca (SP). Segundo divulgado pela prefeitura na quarta-feira (27), o prefeito Marco Cesar decidiu comprar um novo trator para auxiliar pequenos produtores na conservação das estradas.   O dinheiro estará disponível para o município em 2018. Os R$ 100 mil foi uma solicitação do professor Carlão Casali.