Por: Weslen Máximo 

 

Ouça a reportagem. Clique Aqui!

 

O prefeito Marco Cesar, de Casa Branca (SP), enviou à Câmara a previsão orçamentária para o exercício de 2018. São R$ 85 milhões. O assunto entrou na pauta da 17ª sessão ordinária, realizada na noite desta terça-feira (3).

 

Esse valor orçado para o próximo ano será dividido em 14 setores:

Legislativo – R$ 2.400.000,00

 

Administração – R$ 17.416.000,00

 

Assistência Social – R$ 3.045.000,00

 

Saúde – R$ 19.093.000,00

 

Educação – R$ 23.656.000,00

 

Cultura – R$ 1.187.000,00

 

Urbanismo – R$ 10.032.000,00

 

Habitação – R 1.000,00

 

Saneamento – R$ 4.175.000,00

 

Agricultura – R$ 485.000,00

 

Transporte – R$ 985.000,00

 

Desporto e Lazer – 1.070.000,00

 

Encargos Especiais – 1.450.000,00

 

Reserva de Contingência – 5.000,00

 

A prefeitura ainda pode receber mais dinheiro em casos de emendas, por exemplo. 

 

Foi feita a leitura na Câmara e enviada às comissões. 

 

Prosseguindo a sessão, o prefeito Marco Cesar solicitou abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$ 1.433.000,00, que será usado em: obra de infra-estrutura urbana, pavimentação, reforma de praças, entre outros.

 

O assunto também foi enviado às comissões.

 

O vereador Marcus Azevedo solicitou ao governador do estado e reitores das universidades públicas de São Paulo, a possibilidade de instalar um campus em Casa Branca. Segundo ele, é difícil conseguir um pólo aqui, mas seria uma boa oportunidade para a região. “Fiz esses requerimentos para várias faculdades para que eles possam estar atentos para o nosso município também”, disse.

 

Marcus reconhece que não será fácil, mas que é possível. Segundo ele, uma universidade traria muitos benefícios para a cidade, seguindo os passos das instituições em São João da Boa Vista (SP), por exemplo.

 

Na ordem do dia, todos os temas foram aprovados em 2ª discussão.

 

Destaque para:

Criação do Programa Educativo “Pequeno Agricultor Sustentável” nas escolas públicas municipais;

 

Inclusão dos servidores ocupantes do emprego público de pajens no Quadro dos Servidores de Apoio à Educação;

 

Agendamento telefônico de consultas médicas para pacientes com deficiência ou idosos, previamente cadastrados nas unidades básicas de saúde;

 

E oficialização do Encontro de Gaioleiros no dia 7 de setembro.

 

A próxima sessão ordinária está marcada para 17 de outubro.