Por: Weslen Máximo 

 

A falta de chuva agravou a situação dos reservatórios de água de Casa Branca (SP) que estão com os níveis abaixo do normal. O departamento de água e esgoto do município alerta a população para economizar, pois se não houver essa economia e não chover até o fim de setembro, provavelmente a cidade terá racionamento.

 

“Em virtude da falta de chuvas o que tem deixado nossos reservatórios baixos, a Prefeitura alerta para os riscos de racionamento de água na cidade. As previsões meteorológicas indicam que não há chuva prevista para ocorrer até o final do mês de setembro, o que agrava ainda mais a situação”, diz um trecho do comunicado da prefeitura em sua página oficial.

 

Crise Hídrica

Em 2014, os moradores enfrentaram um racionamento que durou cerca de seis meses, deixando a população sem água por um dia inteiro. A principal represa da cidade operava com 10% e o manancial secou, decretando situação de emergência. As escolas tiveram aulas suspensas, e caminhões-pipa abasteciam os hospitais.

 

Em agosto de 2015, a cidade também sofreu com a falta de chuva. Essa foi a última vez que Casa Branca adotou o racionamento.