Vargem está em racionamento e nível da represa que abastece município preocupa

Geral

Por: Weslen Máximo | atualizada às 15h45 em 14/10/2020


O superintendente do Serviço de Água e Esgoto (SAE) de Vargem Grande do Sul (SP), Klabin Dei Romero, revelou a preocupação com o nível da represa Eduíno Sbardellini, responsável por abastecer o município. Segundo ele, o nível baixou mais de 1,5m.

De acordo com o Jornal Gazeta de Vargem Grande, próximo à captação, já estão se formando bancos de areia e se o volume baixar na mesma proporção de três a cinco centímetros por dia, pode-se chegar ao extremo das bombas não poderem mais captar água da represa, o que levaria ao colapso do abastecimento à população. “Se não chover, vamos ter de tomar uma medida mais drástica com relação ao racionamento que hoje está funcionando das 8h às 14h”, afirmou Romero ao jornal.

A cidade está em racionamento diariamente das 8h às 14h e se a situação não melhorar, a duração no corte de água será de no mínimo 12h por dia, de acordo com o superintendente.  

Para enfrentar o problema, além do racionamento, o SAE faz um trabalho de conscientização junto à população para que se economize água. Também está fiscalizando e multando quem for pego desperdiçando.


Nível da represa de Vargem está há 1,5m abaixo do normal. Foto: Gazeta de Vargem Grande


Compartilhe